Entenda a Dengue, a doença que vem atingindo milhares de pessoas

A Dengue é uma doença que tem preocupado muitas pessoas desde o ano retrasado e causando muitas mortes. Por este motivo é necessário compreender melhor como é contraída, métodos de prevenção e tratamento.

O vírus que causa a dengue é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. O vírus é transmitido apenas pelas fêmeas. Este é um mosquito diurno, que se multiplica e dissemina em água suja e parada.

Existem diferentes tipos da doença e todas causam as formas da doença: o sorotipo de número 1,2,3 e 4. Após alguns anos sem o aparecimento de nenhum caso de contaminação, o tipo 4 voltou a circular em algumas regiões no Brasil. Jovens e criança não desenvolveram imunidade contra o vírus, por isso é necessário combater o vírus de todas as formas possíveis. E justamente por isso o Ministério da Saúde determinou que todos os casos de tipo 4 que surgirem precisam ser registrados e comunicados as autoridades sanitárias em até 24 horas.

Os principais sintomas da dengue não aparecem logo de inicio, mas ao surgirem evoluem seguindo três situações clinicas: dengue clássica, que é benigna e tem sintomas similares a gripe. Há a dengue hemorrágica, grave, onde há coagulação sanguínea e por último a síndrome do choque em conjunto com a dengue, é uma condição rara da doença, mas que caso não haja o tratamento especializado pode levar a óbito.

De maneira sucinta, a dengue clássica nos adultos causa dor de cabeça, febre alta de maneira repentina, prostração, dor no corpo, nas juntas, atrás dos olhos, vermelhidão e coceira no corpo. Após alguns dias os sintomas tendem a regredir, mas o quadro de prostração e fraqueza muscular persiste durante semanas. Já nas crianças os sintomas são : febre alta, apatia, sonolência, falta de fome, vômito e diarreia. No inicio da dengue hemorrágica os sintomas são os mesmos da forma clássica. Mas após os primeiros dias, onde a febre tende a baixar, aparecem sinais de hemorragia, como: sangramento no nariz, na gengiva, vagina entre outros. Há também casos onde ocorrem sangramentos na vagina. Já na síndrome do choque associado a dengue, há complicações neurológicas como delírios, depressão e amnésia, além de deterioração do fígado, hemorragia nas áreas digestivas, essas manifestações surgem após a febre.

O exame para diagnosticar é feito em laboratório, por meio do isolamento do vírus na corrente sanguínea nos primeiros dias da doença ou exames de sangue. A vacina que combate todos os tipos de dengue é desenvolvida a partir do vírus vivo, só que geneticamente modificado é testada em humanos e até agora não houveram reações adversas.

Como para a maioria das doenças transmitidas pelo vírus Aedes aegypti não existe um tratamento especifico. O primordial a se fazer é manter-se hidratado, valer-se de antitérmicos e analgésicos para amenizar os sintomas da doença.

É primordial procurar um médico quando se tenha qualquer um dos sintomas referidos neste texto, pois a automedicação não deve acontecer neste caso. Há antitérmicos que contém certas substancias que podem agravar o quadro, por este motivo é necessário utilizar apenas os medicamentos prescritos.

 

Saúde e Meditação

Em se tratando de saúde, todo mundo sabe que quanto mais, melhor! Para tal, é comum buscarmos meios de preservar nosso bem estar através da integração de boas práticas ao nosso cotidiano a fim de conservarmos nossa boa saúde.

Na busca pela saúde ideal, é importante sentir-se confortável e, principalmente, sentir prazer diante das atividades que escolhermos para manter nosso bem estar. A partir das escolhas feitas, também é importante lembrar que para manter a saúde em dia, devemos atentar para um bom equilíbrio entre corpo e mente. Muitos estudos já comprovaram que uma mente sã e harmoniosa é capaz de melhorar muito a saúde de nosso corpo. Recentemente, o Sistema Único de Saúde (SUS) incluiu a meditação como uma de suas práticas integrativas que passam a fazer parte de sua Tabela de Procedimentos na categoria de “ações de promoção e prevenção em saúde”. A notícia foi publicada na sexta feira (13) deste mês, no Diário Oficial da União, segundo o site http://g1.globo.com/bemestar/noticia/meditacao .

A meditação é uma palavra que vem do latim (mederi), e significa “tratar”, “curar”, “dar atenção médica a”, e tem uma idade milenar.

Bastante cultivada no Oriente, esta prática vem ganhando cada vez mais espaço no Ocidente, tendo em vista a sensação de paz interior que a mesma proporciona. Trata-se basicamente de um conjunto de técnicas que tencionam treinar a focalização da atenção, sendo comumente encontrada na yoga e no budismo, além de outras religiões, como o cristianismo, o judaísmo, o islamismo, o taoísmo e o xamanismo, entre outras.

A prática da meditação possui diversas variantes no que se refere à postura do corpo, objeto de meditação e objetivo da prática.

Normalmente não há um tempo mínimo preestabelecido para meditar; aqueles que desejam iniciar esta prática, podem usar um período de poucos minutos e, conforme se aperfeiçoa, esse tempo pode aumentar até para horas… Enfim, o tempo que melhor convier.

Em setembro de 2015, foi publicado em http://g1.globo.com/bemestar/noticia  um artigo onde médicos falavam sobre a importância da meditação nos dias de hoje, haja vista o stress que a vida moderna nos proporciona diariamente. É notório a todos que os imediatismos presentes em nossa vida cotidiana, em nossas mentes desatentas consomem nossas energias e nos tornam propensos a diversas enfermidades. Buscar meios para acalmar a mente e ver o mundo com outras perspectivas, certamente nos ingressará em dias de muita saúde, paz e bem estar. Portanto, seja qual for sua escolha para dar um upgrade na saúde, meditar é uma boa pedida!

 

Duda Melzer e os novos horizontes para administração de empresas

Nos dias de hoje com toda nossa revolução tecnológica e digital, temos muitos dos problemas não tão antigos resolvidos dentro de quase todas as áreas ligadas a administração de empresas e quando se trata desse nicho, o nome de Duda Melzer é uma referência. Porém existe sempre um ponto que talvez a tecnologia nunca conseguirá solucionar o problema a zero, que é exatamente no setor de gestão de pessoas. A impressão que se da, é que quanto mais a tecnologia avança, mais os seres humanos acham falhas em si mesmo. Com esse fatídico diagnostico estamos chegando ao ponto de voltar um pouco mais o olhar para a gestão de pessoas.

 

Eduardo Sirotsky Melzer, mais conhecido como Duda Melzer é formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), no curso de Administração de Empresas, cursou seu MBA em uma das universidades mais renomadas do mundo, a Universidade de Harvard que se situa em Cambridge no estado de Massachusetts. Faz parte da terceira geração da família Sirotsky, e neto do fundador da Rede Brasil Sul (RBS), e também presidente do conselho de administração do conselho da Rede Brasil Sul, e também da e.Bricks. Além de fundador da mesma, a e.Bicks está no mercado atuando em investimentos na área digital, que abrange tanto o Brasil quanto os U.S.A (Estados Unidos da América).

 

Tendo como seu primeiro cliente a mais de 17 anos, a empresa Rede Brasil Sul, Duda Melzer, mostra uma visão diferente de valorização de um grupo de funcionários de uma empresa, não centralizando a gestão de pessoas para um só setor tendo como exemplo o setor de Recursos Humanos de uma empresa, e sim mostrando e ensinando a ideia que uma empresa só é forte e próspera quando cada colaborador gerência a si mesmo, tornando um coletivo ainda mais forte.

 

Duda Melzer pode ser intitulado como visionário na área de administração de empresas, pela forma de enxergar como obter um resultado mais favorável a produtividade, usando pontos cruciais como na parte motivacional, saber com congratular e reconhecer o empenho dos colaboradores, trabalhando com novas formas de melhoras e gerar novas habilidades para os mesmos, saber reconhecer e também como gerenciar novos talentos positivamente para o ganho de produção, trabalhando ainda na manutenção e dosagem quando todos os recursos se esgotam e não se tem mais escolhas, e a ultima saída é a demissão para proteger um patrimônio maior.

 

É bem-visto a uma empresa, um bom desenho e plano de hierarquia, pois é necessário um Administrador tenha “alguns braços direitos” de confiança, para fazer com que todo esse universo gire e funcione como um relógio. Duda Melzer mostra ser detentor dessa habilidade, e pelo seu reconhecimento como de costuma é convidado de alguns eventos restritos de grandes administradores como o Zeigest que é realizado pelo Google, mostra resultados de pesquisas por palavras relevantes (e procuradas) em seu buscador, assim como o Sun Valley (que tem esse nome por ser realizado sempre em Sun Valley no estado de Idaho), uma conferência da mídia financeira anual oferecido pele Allen&Company realizando essa conferência desde 1983.

 

“Doença da urina negra” – o que se sabe sobre a nova doença que está atingindo a Bahia

Dores musculares e articulares, sudorese, dor ao mais leve toque no corpo, dores abdominais, enegrecimento na urina. O inicialmente assustador quadro relatado certamente levaria qualquer pessoa ao médico imediatamente, ansiando por um diagnóstico médico acertado e um tratamento eficiente. Mas, infelizmente, não é isso que ocorre.

A “doença da urina negra”, como vem sendo chamada pela mídia e pelos médicos, teve um surto, ainda ativo, no estado da Bahia. Até o momento, 52 pessoas foram atendidas em hospitais da região com os sintomas que, aparentemente, descrevem essa doença, e dois deles faleceram, com a causa de morte ainda sendo investigada. Além da sintomatologia característica, das alterações em exames de sangue – algumas enzimas musculares, como a CPK, são dosadas em níveis muito altos, evidenciando lesão aguda nos músculos – e da urina enegrecida – o aumento da CPK causa lesão renal, deixando a urina escura -, no entanto, pouco mais se sabe sobre a doença.

Inicialmente, pensou-se em algo relacionado ao consumo de peixes contaminados da região, uma vez que os primeiros pacientes possuíam isso em comum. Com a chegada de novos pacientes que negavam o consumo recente de peixes, no entanto, tal hipótese começou a perder força. Nesse momento, investiga-se mais a possibilidade de ser um vírus – nas amostras de fezes dos pacientes doentes, foram encontrados pedaços de vírus, que estão sendo sequenciados para sua completa identificação. Suspeita-se que eles sejam do tipo paraechovirus, um da mesma família do vírus que causa a hepatite A. Se tal hipótese for confirmada, já se sabe até como se dá a transmissão do vírus: ingestão de água ou alimentos contaminados.

A “doença da urina preta”, no entanto, aparentemente não é tão nova assim, e já possui um histórico de aparecimento, em ambas as hipóteses – vírus e peixes contaminados. Há relatos de casos com sintomas similares ao dessa doença registrados no Brasil, em 2008, na Suécia, em 1934, na União Soviética e nos Estados Unidos, em 1984, e na China, em 2010, todos relacionados ao consumo de peixes contaminados com toxinas. Quanto ao histórico que fala a favor dos vírus, houve surtos na Dinamarca, em 2014, na França, em 2008 e 2014, e no Japão, em 2010 e 2014.

Embora pouco se saiba a respeito da doença como um todo, mesmo com um histórico consideravelmente longo de aparecimento na história, há muitas equipes dedicadas exclusivamente ao descobrimento do agente causador da doença, de seu mecanismo de funcionamento e de tratamentos eficazes. O Laboratório Central da Bahia investiga a possibilidade de uma infecção bacteriana; a Fiocruz trabalha com a hipótese de infecção viral; o Instituto Adolfo Lutz, em Campinas, investiga as amostras de peixes da região, tentando identificar alguma toxina; e o Ministério da Saúde se responsabilizou por enviar ao Centro de Controle de Doenças, nos EUA, amostras dos peixes, para ter mais opiniões.

Com toda essa força-tarefa, torcemos para que a doença seja destrinchada, para evitar mais contaminações e mortes.

 

Ricardo Tosto, um dos melhores advogados brasileiros na área do Contencioso Empresarial

Com reconhecimento nacional pelos trabalhos que desenvolveu e pela contribuição em toda história jurídica empresarial do Brasil, Ricardo Tosto está entre os melhores advogados em sua área de atuação. Além disso, o nome de Tosto é lembrado por muitos profissionais que alcançaram o sucesso graças a ele.

 

Formado em Direito pela UPM – Universidade Presbiteriana Mackenzie, com curso de extensão em Administração de Empresas pela FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, Ricardo Tosto de Oliveira Carvalho, começou em uma pequena sala alcançando em pouco tempo destaque entre os maiores escritórios de advocacia do Brasil. Ele fundou juntamente com alguns sócios em 1991 o escritório Leite, Tosto e Barros – Advogados Associados, que também não demorou muito para se destacar entre os muitos escritórios de advocacia que surgiam naquela época, sendo apontado pelo Anuário Análise Advocacia 500, como um dos principais escritórios de advocacia do Brasil.

 

Com uma visão empreendedora em seu ramo de atuação, Ricardo Tosto atuou no planejamento de defesa de diversas personalidades e empresas nos mais variados casos, tendo em alguns deles repercussão em todo o país. Em seu ramo de atuação, ele trabalhou para grandes grupos brasileiros, multinacionais, diversas matizes ideológicas e até para organizações não governamentais. Também contribuiu em tomadas de decisão na criação de leis que tiveram bastante importância para a economia do Brasil. Sua maior contribuição se fez na formação de muitos de seus atuais sócios, onde iniciaram sua carreira no escritório como estagiários.

 

Dentro do escritório Leite, Tosto e Barros, Ricardo Tosto é o principal sócio e porta voz nas tomadas de decisões. O escritório aparece na lista dos dez maiores de todo o Brasil. Atua na área especializada em direito empresarial, com suporte legal para empresas em diversos setores e também é destaque na prática do contencioso administrativo e judicial. Em 2016 comemorou mais uma vez a recomendação ao Latin Lawyer 250, onde são listados os principais escritórios de advocacia em toda a América Latina. O Contencioso foi o grande destaque na área apontada pelo Latin Lawyer 250 como a especialidade do escritório. Sua sede está localizada em São Paulo, com duas filiais localizadas no Rio de Janeiro e em Brasília. Entre seus diversos clientes estão as empresas: Tam, Embratel, Alcatel, Grupo Eucatex, Grupo Schahin, Grupo Votorantim, Cetenco Engenharia e Avon Cosméticos.

 

O advogado Ricardo Tosto, também é autor do livro “O Processo de Tiradentes, juntamente com Paulo Guilherme de Mendonça Lopes. No livro aparece pela primeira vez de maneira explicativa o processo judicial da Inconfidência Mineira sob a análise dos dois advogados da atualidade. O livro é um resgate da história com revelações curiosas sobre toda a trama do processo de Tiradentes.

 

Tosto é apontado como um dos melhores advogados brasileiros pelo guia Who’s Who Legal, na área de Commercial Litigation (Contencioso). Também tem seu trabalho reconhecido por publicações especializadas sendo elas: Legal 500 e Análise 500.

 

Ele teve atuação como presidente em duas comissões na OAB/SP, Comissão de Reforma do Judiciário e Comissão de Modernização do Judiciário. É atualmente membro do IBA – International Bar Association, do CESA – Conselho Diretor do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados, membro do Comitê Diretivo da Associação Alumni no Brasil, é membro na Revista dos Tribunais do Conselho Consultivo e além de membro é também fundador do Ibedep – Instituto Brasileiro de Estudos de Direito Eleitoral e Partidário.

 

 

Querendo emagrecer, mas não gosta de levantar peso? Conheça as atividades de academia para ficar fitness em 2017

Já faz muito tempo que as academias deixaram de ser aquele lugar chato para levantar peso e fazer abdominais. Com o aumento do número de pessoas que se exercitam nesses locais, foram sendo incluídos exercícios cada vez mais divertidos para agradar a todos. Além das práticas tradicionais, agora também é ofertada uma enorme variedade de outras atividades físicas. Em 2017, as tendências estão muito interessantes e mesmo você que não é muito chegado em academias pode gostar muito. Conheça mais!

 

Se você gosta de dançar, o Zumba pode ser o programa ideal para você queimar aqueles quilinhos que ganhou no final do ano. Esse programa é baseado na Dança Latina e utiliza os princípios de treinamento de resistência e intervalo de treinamento para aumentar a quantidade de calorias e gordura queimadas, além de tonificar os músculos. O zumba tem ganhado cada vez mais adeptos no mundo e muitos são apaixonados por ele. Viu? Emagrecer pode até ser divertido.

 

Programa de treinamento que mais cresce no mundo, o Crossfit é a solução para aquelas pessoas que gostam de treinar pesado, mas não querem passar horas levantando peso. Os seus praticantes devem fazer vários movimentos diferentes de alta intensidade, recebendo benefícios como resistência cardiorrespiratória, flexibilidade, equilíbrio e resistência muscular, além de muitas outros. E o melhor de tudo é que os treinos geralmente são rapidinhos: com 5 a 20 minutos de dedicação você já pode ficar sarado!

 

Você já imaginou que podia ficar suspenso no ar segurando naqueles panos coloridos de circo? No Tecido Acrobático você poderá aprender vários movimentos enquanto queima até 500 calorias por hora. Além disso, esse exercício trabalha todos os grupos musculares, fazendo com que seu corpo pareça mais equilibrado e natural, diferentemente da academia convencional. E se você acredita que isso pode ser muito complicado para você, se enganou. Crianças, jovens e idosos podem praticar o Tecido Acrobático. Claro, tudo feito em dificuldades compatíveis com suas capacidades.

 

Não é à toa que yoga se tornou uma das atividades preferidas dos praticantes de academia. Promovendo o desenvolvimento mental e oferecendo uma alternativa a essa competição por corpos esculturais que pode até mesmo prejudicar a saúde, o número de adeptos da yoga deve continuar a crescer em 2017. Além de ajudar na perda de peso, essa prática é focada no bem-estar. Seus exercícios envolvem meditação e alongamentos, além do trabalho muscular. É ideal para aqueles que procuram não apenas um simples exercício, mas um novo estilo de vida e uma busca maior pela felicidade.

 

Uma outra tendência muito interessante para o próximo ano é o Ballet Fitness. Atividade física que combina movimentos do ballet clássico com abdominais, flexões e agachamentos, ele é uma ótima escolha para as pessoas apaixonadas pelo ballet, ainda que não seja necessário saber dançar para ganhar os seus benefícios. Devido principalmente à grande quantidade de calorias que queima, essa tem sido a preferência de muitos artistas, como Juliana Paiva, Grazi Massafera e Sheron Menezzes. Outra ótima opção para esse ano!

 

Saiba mais em:  http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/6-atividades-fisicas-que-irao-bombar-nas-academias-em-2017/

 

Mães em potencial dizem querem evitar a gravidez, por medo da zika

Os estudos foram comprovados que as mulheres não desejam engravidar por medo da zika, porque as mães que forem infectadas pela zika em seu período de gestação, é possível acontecer que venha a ter doenças graves aos bebês.

 

Bastante essencial que as mulheres tenham acesso a anticoncepcionais seguros e também eficazes, de modo que evitem preocupações à sua saúde e também de seu bebê.

 

A zika, é uma doença que é transmitida por mosquitos, já espalhou-se em variados países, no Brasil causou um rebate em consequência de doença ocasionar microcefalia, uma má formação craniana e também a zika possui outras doenças neurológicas.

 

Até o momento o Brasil é o país mais afetado, com mais de 2.000 casos de microcefalia, desse modo é essencial se prevenir usar preservativo e também até mesmo anticoncepcionais.

 

Foram feitas pesquisas para coletar informações do que as mulheres(entrevistadas), pensam em relação a zika: mais da metade diz evitar a gravidez, por medo da zika; 27% afirmaram não ter evitado a engravidar por esse motivo.

 

Outras 16% diz não desejar engravidar por não estar planejando ser mãe no momento, porém o motivo não tem haver com o vírus da zika.

 

A pesquisa foi realizada em junho, com 2.002 mulheres , idade entre 18 a 39 anos, que habitam na zona urbana.

 

É essencial toda a humanidade se conscientizar e previnir doença zika, á várias maneiras de previnir contra essa doença perigosa, vejamos algumas dicas de prevenção:

 

  1. Elimine todos os focos de água parada

Não deixe de maneira alguma água em vasos de plantas, pneus, poças de água parada; dessa forma você evitará o focos de reprodução do Aedes aegypti.

O mosquito precisa de água parada para reproduzir seus ovos, por consequência é de extrema relevância que constantemente veja se tem água parada em seu lar.

 

  1. Use repelente

O repelente ajuda muita a prevenir você de aceitar a picada do mosquito, mulheres grávidas podem passar, porém é necessário verificar com o seu médico se poderá utilizar aquele determinado repelente.

 

  1. Use roupas compridas

Essa dica é muto boa, para mulheres grávidas terem uma maior proteção, eu recomendo o uso de calças e também blusas, então o seu corpo não receberá a picado do mosquito.

Vale resaltar, que nos dias quentes não há como colocar essa dica em prática.

 

Há outras dicas também bastante essencial de prevenção ao mosquito zika, fique sempre informado sobre essa doença, porque esperamos ouvir ainda notícias boas dos cientistas, para uma solução desse problema que o mosquito nos causa.

 

Clique para saber mais

 

Febre amarela: Entenda a doença que assustou os paulistas

A campanha de vacinação contra a febre amarela foi intensificada a poucos dias na cidade de Ribeirão Preto (São Paulo) por conta das três mortes ocorridas por causa da doença. Com medo que os números aumentem, já que a doença foi erradicada do meio urbano em 1942 e temendo que o problema se alastre, os novos casos da doença foram uma surpresa para todos e deixaram as autoridades sanitárias em estado de alerta.

 

A febre amarela é uma endemia que há anos assola a Amazônia, então a vontade de cortar ´´ o mal pela raiz ´´ em Ribeirão Preto tem fundamento. E como prevenção é o primeiro passo para evitar o mal, é bom se informar um pouco mais sobre esta doença.

 

É uma doença infecciosa grave causada por um vírus chamado flavívírus e transmitida através de vetores. É disseminada por mosquitos normalmente em áreas urbanas ou silvestres. No meio urbano quem transmite através de sua picada é o Aedes aegypti, o mesmo da dengue e da chikungunya. Esta doença não é transmitida de pessoa para pessoa, a transmissão acontece quando o mosquito pica alguém( pessoa ou macaco) infectado e depois pica alguém saudável, que não tenha tomado a vacina.

 

O problema de diagnosticar é que no inicio ela geralmente não apresenta sintomas, e quando os apresenta eles são semelhantes aos da dengue e da malária aparecendo de forma repentina: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vomito. E uma das piores formas da doença é a que aparece dias depois da melhora do quadro inicial, com um bem estar enganoso. Esta forma é rara, mas extremamente grave porque o fígado não funciona, os olhos ficam amarelados, acontecem hemorragias e um enorme cansaço. A maioria das pessoas se recupera bem e adquire imunidade contra a febre amarela.

 

Como nos centros urbanos a disseminação da doença ocorre pelo Aedes Aegypit é necessário combater o mosquito impedindo sua proliferação em águas paradas, mas é essencial também tomar a vacina contra a febre amarela em lugares que já existem casos, como Ribeirão Preto por exemplo. Quando se nasce em regiões com esta endemia se toma a vacina logo nos primeiros meses, e quando se vai visitar algum lugar que já tenha casos registrados é indicado tomar. Outras medidas preventivas são o uso de repelente de insetos e roupas que cubram todo o corpo, os mesmos procedimentos na prevenção contra a dengue e chikungunya.

 

Para o tratamento não existe um medicamento especifico, em geral consiste em permanecer no hospital pelo menos nos primeiros dias, local onde se tem todo o suporte necessário que impede que o quadro evolua para algo pior. E é essencial hidratar-se e usar antitérmicos, com prescrição médica, Entretanto casos mais graves podem precisar de diálise e transfusão de sangue, segundo informações do site do Dr. Drauzio Varela (https://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/febre-amarela/).

Qual atividade física fazer?

Passadas as festas, começam as resoluções de ano novo, dentre elas, iniciar ou retomar uma atividade física. Além dos efeitos estéticos, como o emagrecimento e o fortalecimento dos músculos, sabe-se que o maior resultado da realização de atividade física contínua é a melhora na saúde, disposição e bem-estar. Entretanto, para isso, mesmo que a legislação brasileira vigente tenha retirado a obrigatoriedade da avaliação médica para início da atividade nas academias, é imprescindível a ida a uma consulta médica para avaliar a saúde do coração e decidir, dentro de suas condições, qual a melhor atividade a ser feita.

É importante lembrar que para a adoção de hábitos saudáveis não basta fazer atividade física. É preciso combiná-la com alimentação balanceada, que deve ser adequada à intensidade do exercício praticado. Há pessoas que praticam exercício pelo bem-estar que o mesmo proporciona, outras que são atletas, aquelas que praticam pela vaidade do corpo físico, ou ainda as que praticam por recomendação médica. Para cada objetivo, existe uma dieta que o complementa e intensifica seu resultado.

A cada dia, novas modalidades de exercício se popularizam e tomam conta das academias. Algumas atividades que estão em alta são: Ballet Fitness, que reúne elementos e movimentos do ballet tradicional, mas podem ser praticadas por pessoas sem conhecimento da dança; Zumba, outro grande sucesso nas academias, mistura ginástica com ritmos latinos por meio de coreografias; Crossfit, feita com uma sequência bem variada de exercícios de alta intensidade, aumenta a resistência cardiorrespiratória e muscular, força, coordenação, agilidade e flexibilidade; Treinamento funcional, vem como substituto para aqueles que não gostam de musculação, pode ser feito com ajuda de aparelhos como pesos, cordas e bolas e normalmente é feito de acordo com a capacidade do aluno; Exercício Intervalado de Alta Intensidade (HIIT), que são programas de até 30 minutos e intercalam exercícios de alta intensidade com outros mais leves e de descanso; e Ioga, que mexe com o corpo e a mente, usando posturas e posições de equilíbrio que aumentam a flexibilidade e a força física.

Todas as atividades devem ser acompanhadas por profissionais bem qualificados. Atualmente, pode-se recorrer aos personal trainers, que são profissionais de Educação Física que desenvolvem séries de exercícios exclusivos e aplicados em aulas particulares. Além disso, uma série de recomendações devem ser seguidas no pré e pós treino como: alongamento, hidratação e equilíbrio na ingestão de proteínas durante o dia.

É essencial que se mantenha uma rotina de atividades. Se souber de que precisará ficar alguns dias sem treinar, intensifique seus exercícios nos dias anteriores. Se o problema for falta de tempo, procure um especialista para adaptar o exercício ao tempo que tem disponível. Evite deixar de fazer suas atividades por motivos banais, para que não se preocupe quando existirem motivos reais para sair da rotina.

São inúmeras as vantagens da prática frequente de atividade física. Depois do estranhamento inicial do corpo, o exercício torna-se uma necessidade e uma boa rotina diária, mesmo os de menor intensidade. O que importa é encontrar um no qual se adapte e não desista.

Saiba mais: Estudos mostram que pouco exercício também tem benefícios